Pesquisar este blog

Translate

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

TODOS NÓS FAZEMOS PARTE DE UMA EXPERIÊNCIA GENÉTICA

Resultado da união de um leão com uma tigresa

Ao trabalhar junto com o felino Zhallis no livro "A Filha das Estrelas", pude constatar  como estamos nos movendo dentro de nossa evolução genética. Vivemos em  meio a uma era de revolução total de valores éticos e morais, e é este aspecto que está impedindo que os humanos busquem sózinhos sua evolução. Aprendi com os felinos que nenhuma civilização evolui sem a interferência de outras raças estelares. E que no caso da raça humana, já estamos sendo ajudados, sem que se faça muito alarde disso. Tudo porque iremos mudar de dimensão, e quando isso acontece a alguma civilização no universo, o TODO se encarrega de colaborar para que esta civilização não se perca, e alcance os objetivos pré-determinados. Os felinos, raça estelar que já esteve entre nós e que agora retorna com outros propósitos, são os grandes responsáveis por nossa mudança genética. Leia este pequeno trecho abaixo de "A Filha das Estrelas".

"Na Terra, se surpreendem quando afirmamos que a derivação genética principal vem do macaco, ou de um tipo especial de primata. Tanto faz. Sabemos que o temperamento dos macacos escolhidos para a reprodução humana em série e seu desenvolvimento, possuíam características avantajadas de sobrevivência na selva. O planeta em que se encontravam era formado basicamente de selvas, tirando a grande porção de mar, é claro.


Sabemos que os macacos eram muito bons em sobrevivência na selva. Utilizamos de vários atributos invioláveis que já existiam nos primatas para a realização da grande experiência humana.

Não se choquem com o fato de vocês fazerem parte de uma experiência genética. Todos nós fazemos. Todos os seres vivos do universo fazem parte de uma grande experiência genética. Não existe raça perfeita sem a troca genética existente no universo. As raças divergem entre si porque o universo foi criado para a diversidade. Não para a utopia. Na Terra, os povos com cores de pele diferentes, fisionomias, gestos, todos sem exceção correspondem aos seus manipuladores genéticos.

Os asiáticos tiveram um povo correspondente e necessário para a experiência genética operante. Determinou em sua programação atual que eles fariam parte de uma grande roda de evolução e desenvolvimento. Na Terra, eles são os ponteiros da balança. Eles vão fazer a diferença. Geneticamente falando, foram preparados para isso.

A raça branca excedeu-se. Milênios atrás em seu desenvolvimento perdeu seu formato original. Sua missão seria a de mover-se pelo planeta, espalhando o sêmen que uma determinada raça ariana introduziu no planeta dos macacos. Eles fundaram a raça branca dominante, que antecedeu a raça ariana da Europa e adjacências. No passado, eram macacos mais velhos. Filhos de macacos de selvas longínquas do sul da áfrica de hoje, que vieram subindo pelo continente até chegar à hierarquia que se tem na atualidade. A raça branca foi geneticamente alterada para ter cérebro maior. E agilidade mental para permanecer em um dos pólos mais frios do planeta, o pólo norte.

Esta raça de macacos albinos floresceu. Mantiveram-se livres da evolução rarefeita natural. Descobriram coisas que não poderiam ter descoberto antes dos outros pares de primatas com a mesma gama de genes extraterrestres envolvidos. Mas assim foi. Humanos foram se desenvolvendo a partir da matriz onde o macaco mais inteligente poderia dar início a uma nova jornada universal pela evolução.

Vocês deviam ter orgulho disso e não vergonha. Só porque os macacos em estado primário ainda convivem entre vocês? Sim, eles foram deixados como exemplo vivo do início da vida inteligente no planeta Terra. Os macacos existem para que vocês saibam de onde vieram. E até onde chegaram em milhões de anos de evolução genética.

Muito bem. Sabemos que a variedade de raças existentes na Terra deriva de experiências multifacetadas de genes pré estabelecidos. Introduzidos na genética humana com a autorização do Todo universal, porque é assim que funciona o sistema de reprodução genética no universo. Tenham certeza que é assim. Vocês podem se acalantar com esta idéia porque ela é real. Não somos ninguém sem cruzamentos genéticos. Não somos ninguém sem a colaboração das raças mais evoluídas. Não somos ninguém se nenhuma raça se interessar pela raça humana. Ou qualquer outra raça que queira evoluir."

Trecho do livro " A Filha Das Estrelas"

Especialidade
dos cientistas  felinos

Um comentário:

  1. UIUIUI!!! Quanto mais aprendo, menos sei!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...